segunda-feira, 19 de maio de 2008

Natal tempo de comemoração, e também de cuidados...


Natal é tempo de festa, de alegria, de rever amigos, parentes que passaram o ano distante e de trocas de presentes. É o dia em que se questiona entre os cristãos se devemos ou não comemorarmos o Natal. Historicamente, a festa do Natal tornou se uma prática do Século IV, adotando-se a data de dezembro, anteriormente usadas pelos adoradores de Mitra, ou seja, uma festa pagã que foi transformada para o cristianismo por Constantino com uma roupagem cristã. Nesta data comemora-se o nascimento de Jesus, apesar de sabemos que não é a data correta de seu nascimento. Como cristãos comemoramos o nascimento de Jesus diariamente em nossa vida, mas aproveitamos esta data para esclarecer aqueles que não professam a nossa fé, o verdadeiro significado desta comemoração.
Embora seja tempo de festa, é preciso tomarmos muito cuidado, pois também é tempo de consumismo e das grandes promoções das facilidades. Muitos adotam as seguintes estratégias: pague só o ano que vem, em quantas vezes quiser. Não estou dizendo que é errado comprar, o que precisamos é consumir com moderação, comprando apenas o que precisamos e o que está ao nosso alcance. A moderação é uma qualidade que deve ser cultivada. Ser moderado é não ser exagerado, mas prudente. Muitos, por não se controlarem, estão endividados, principalmente nesta era em que os cartões de crédito facilitam tanto as compras. Comemore, divirta-se, presenteie, mas faça somente o que estiver ao seu alcance. Passe
as festas com a mente tranqüila, sem preocupação com dívidas desnecessárias.
Elizeu Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mande seu comentário